Certificação de Produções Tradicionais


O que é:

 

O Sistema Nacional de Qualificação e Certificação de Produções Artesanais Tradicionais, é regulado pelo Decreto-Lei n.º 121/2015, de 30 de junho, abrangendo as produções não alimentares e tem como entidade responsável o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP, IP), com o apoio do CEARTE que assegura a receção, avaliação documental e análise técnica dos processos relativos aos pedidos de registo de produções a certificar.

 

A certificação é um garante de qualidade e autenticidade da produção, mas também uma forma de diferenciar e singularizar um produto com características próprias no quadro de uma determinada cultura, de informar e promover a confiança do próprio consumidor.

 

Produções artesanais já certificadas ou em fase de arranque:

Designação Entidade Promotora
Lenços de Namorados do Minho Adere-Minho
Bordado de Guimarães Coop. A Oficina
Bordado de Viana do Castelo CM Viana do Castelo
Rendas de Bilros de Vila do Conde ADAPVC
Figurado de Barcelos CM Barcelos
Olaria de Barcelos CM Barcelos
Tapete de Arraiolos de Portugal ANPROTA
Junça de Beselga – Penedono CM Penedono
Bordado de Castelo Branco CM Castelo Branco
Bordado de Tibaldinho CM Mangualde
Traje à Vianesa – Viana do Castelo CM Viana do Castelo