Notas de Imprensa

AUTOR

CEARTE

DATA

07 julho 2021

O CEARTE tem abertas candidaturas para o programa iAtelier, no âmbito do projeto CRAFTING EUROPE

O CEARTE tem abertas candidaturas para o programa iAtelier, no âmbito do projeto CRAFTING EUROPE

  

CEARTE desenvolve iAtelier (residências criativas) para artesãos, designers e criativos

 

 

 

O CEARTE tem abertas candidaturas para o programa iAtelier, no âmbito do projeto CRAFTING EUROPE.

 

O programa organizado pelo CEARTE em parceria com o FABLab da NOVOTECNA proporcionará a artesãos e designers, uma abordagem às tecnologias digitais de fabricação enquanto ferramentas de apoio à produção artesanal, ao mesmo tempo que proporcionará o estabelecimento de novas relações de trabalho, combinando o saber fazer artesanal com as tecnologias de fabricação digital.

 

Aberto a artesãos e designers de todo o país, o programa será desenvolvido em 2 fases, sendo a primeira (SANDBOX) a decorrer online já a partir do dia 12 de julho, onde os participantes terão uma abordagem às tecnologias de produção digital e irão conceber algumas ideias que poderão ser postas em prática na 2ª fase (RESIDÊNCIAS criativas ), a decorrer entre setembro e novembro de 2021, no Buinho FabLab na Messejana, onde, 5 equipas constituídas por 1 artesão e 1 designer irão desenvolver as ideias iniciais e produzir um conjunto de produtos recorrendo à integração de tecnologias de produção manual e digital, para serem apresentados durante a Dutch Design Week em 2022.

 

As residências, a decorrer durante 6 dias em regime “full time” no Buinho FabLab em Messejana / Alentejo tem os custos de dormida e refeições suportados pelo CEARTE.

 

A participação será gratuita, e os candidatos devem possuir (de preferência): Competências em disciplinas Artesanais, demonstrar interesse nas tecnologias de fabrico digital - não é necessária experiência em design digital e fabrico digital nem em produção artesanal.

 

Podem também ser estudantes ou recém-formados em design digital, com experiência com software de desenho digital. Por exemplo (mas não limitado a) Adobe Illustrator, Autocad, Vectorworks, Rhino, Sketchup, Fusion etc.

 

Trata-se de um programa pioneiro em Portugal que aponta para um futuro do setor que passará necessariamente pela coexistencia destas realidades- artesanato e design. Um produto aretsanal deve ser um produto de alta gama porque representa qualidades como a tardição e a inovação, originalidade e autenticidade, pesquisa e talento, raridade e audácia, mas também inovação tecnológica, adaptação às tendências de mercado.

 

Assenta nas prioridades do sector - inovar para acrescentar valor, introduzir inovação tecnologica para tornar mais fáceis os processos artesanais e sensibilizar os consumidores para valorizar os produtos portugeses

 

As candidaturas estão abertas até dia 11 de julho em www.cearte.pt e pode obter mais informações pelo 239497200

  

 voltar